Pesquisar

SUPRASORB A

Intervalo de troca de curativos:

O intervalo da troca de curativos é determinado pelo médico responsável pelo tratamento, com base nas condições da ferida, grau de exsudação e curativo secundário; no mais tardar, após 5-7 dias.

Versões:

  • Curativo
  • Tira

Observação:

  • Recomendação para feridas infectadas: só use um curativo secundário oclusivo, se o médico assim o decidir com base na situação geral.
In Stock lCategory:

Propriedades:

  • Mais confortável graças à sua estrutura excepcionalmente macia  e fácil de colocar.
  • A capacidade de absorver grandes volumes de exsudato favorece  a cicatrização da ferida.
  • Adapta-se facilmente a qualquer leito de ferida (gelificação rápida).
  • Bactérias e debris celulares ficam presos no gel.

Campos de aplicação:

  • Feridas muito exsudativas
  • Feridas superficiais ou profundas
  • Durante as fases de exsudação e granulação,
  • Úlceras de decúbito
  • Úlceras arteriais
  • Úlceras varicosas
  • Úlceras diabéticas
  • Sítios doadores de enxerto de pele de espessura parcial
  •  O Suprasorb A cria um ambiente limpo nas feridas fortemente exsudativas. A alta capacidade de absorção do alginato de cálcio, derivado de algas marrons é  responsável por estas propriedades. O Suprasorb A é macio e pode ser colocado muito facilmente sobre as feridas. Ele se adapta a qualquer tipo de leito de ferida.

    O Suprasorb A é apreciado por sua capacidade de absorver grandes volumes de exsudato associada a uma rápida gelificação. Um gel é formado por meio da troca de íons de cálcio do curativo com os íons de sódio do  exsudato da ferida. Este gel se forma com o exsudato, prendendo bactérias e debris teciduais. Na troca do curativo, exsudato, bactérias e debris teciduais são removidos juntos com as fibras do alginato.

Combinações recomendadas:

  • Suprasorb P
  • Suprasorb P silicone
  • Suprasorb H
  • Suprasorb F
  • Suprasorb G, gel amorfo
  • Vliwasorb
  • Tliwazell
  • Terapia compressiva
  • Bandagens de conformação